CASAMENTO busca
           
Contato Página inicial
 



Google
 
Pesquisar: 

O Ritual da recepção


Uma grande festa ou uma comemoração íntima e reservada? O tamanho da recepção depende não só do seu orçamento, mas também do seu estilo. A regra geral é não confundir elegância com luxo.


Recepção pela manhã

Tem um estilo jovem e informal e é realizada em torno das onze horas da manhã. Geralmente é feita a céu aberto em chácaras, sítios, igrejas, praias ou no jardim de casa. Flores campestres como decoração.

O menu pode ser um café da manhã tipo colonial ou brunch (mistura de café da manhã com almoço).


Recepção à tarde
É semiformal e realizada entra as 14 e 18 horas. Pode se feita em buffets, clubes, capelas, igrejas, etc. Geralmente é uma recepção de menor duração, pois as pessoas não esperam um jantar.

Pode ser oferecido um coquetel (canapés, salgadinhos, sucos, bebidas em geral e doces) e um prato quente como almoço.

Para a decoração, você pode escolher flores tropicais como antúrios, copos-de-leite, lírios, ramos e folhagens.

Recepção à noite
A festa é geralmente mais suntuosa e realizada após as 20 horas.

Primeiro é oferecido um coquetel variado. Em seguida, o jantar, que pode ser carne, ave ou peixe, acompanhado de dois tipos de salada. Se preferir, massas variadas (opção mais econômica). Bolo e doces sortidos como sobremesa.

A decoração pode ser com rosas, orquídeas, camélias etc.

Bolo e champanhe
Não é uma comemoração para quem não tem condições de pagar por algo mais.

É uma opção do casal e pode ser feita a qualquer hora, de manhã, tarde ou noite; no salão da igreja ou na sua casa.

Sirva champanhe de boa qualidade, bolo e doces. Nada impede que você também sirva canapés, vinhos, uísque e refrigerantes.

Ofereça bem-casados ou outro tipo de lembrancinha com cartões para agradecer a presença dos convidados.

O ritual da recepção

O baile
O baile deve ser aberto pelos noivos, que dançarão a primeira valsa ou música predileta. Na segunda música, a noiva dança com o pai e o noivo com a sogra. Na terceira, a noiva dança com o sogro e o noivo com a mãe. E seguida, o noivo dança com as madrinhas e damas de honra e a noiva com os padrinhos. Depois, o baile é aberto a todos. O convite para a valsa é feito pelos músicos.

Cortando o bolo
Não corte o bolo no final da festa, pois muitos convidados já terão ido embora. Combine com os músicos algo especial para marcar o momento. Os noivos cortam o bolo juntos, a mão do noivo sobre a da noiva. Todos brindam com champanhe.

A noiva deve servir os pedaços, sendo a primeira fatia para o noivo. Em seguida, ela oferece à sogra, à mãe, aos pais e padrinhos. Os garçons se encarregarão do restante. Às vezes, o primeiro pedaço é dado a uma amiga íntima solteira, para que ela case logo. Mas essa atitude pode ser constrangedora para a amiga.

Atirando o buquê
Pouco antes de ir embora, a noiva joga o buquê às amigas e convidadas solteiras. Aquela que o pegar, segundo a tradição, será a próxima a casar.

Lembrancinhas
Geralmente a noiva circula pelo salão distribuindo as lembrancinhas como forma de agradecer a presença de todos. Não há problema algum em deixar uma pessoa responsável para entregá-las na saída do salão, conforme os convidados deixem a festa.

Existem várias opções de lembrancinhas. Os bem-casados são os tipos mais tradicionais. Dois biscoitinhos juntos por doce-de-leite, que representam a doce união. Cinco amêndoas embaladas em um saquinho também são clássicas e simbolizam a saúde, riqueza, fecundidade, felicidade e vida longa.











Mapa do site
© Clube da Noiva 2001 - 2006